Posts Tagged ‘Jerusalém Oriental

24
jan
11

Não negociável

Estão a pulular notícias acerca de acordos secretos que teriam sido propostos pela Autoridade Nacional Palestina (ANP), envolvendo concessões impensáveis para o povo palestino.

Qualquer discussão que se pretenda sobre o não-reconhecimento (no mínimo) às fronteiras estabelecidas em 1967 não deve ser levada muito a sério, na medida em que fere a ordem internacional.

Confirmadas as informações, os membros da ANP estarão em maus-lençóis.

De outro lado, se não fizeram ofertas a Israel, generosas e de cunho fundamental, envolvendo temas como refugiados, Jerusalém e lugares santos, cumpriram com sua obrigação.

Independentemente de qualquer coisa, é  importante não perder de vista que o reconhecimento do Estado Palestino não pode ser alcançado negociando o inegociável. Não se pode atingir o fim por qualquer meio, uma prática deplorável.

Aguardemos.

Abaixo, informações navegáveis:

© Cartas de Tiro

Atualização às 19h37

Atualização às 14h – 25/1/11

19
nov
09

Apetite sem fim

Para Israel não há normativos, de qualquer ordem, que façam cessar suas brutalidades e seu desrespeito a tudo o que não seja de seus interesses.

Quanto ao assunto aqui tratado, basta verificar o significado das duas faixas azuis na bandeira do estado judeu: elas representam os rios Nilo e Eufrates. Tudo o que está no meio deles é a terra que entendem deles. Deriva disso, portanto, expansionismo, novas ocupações. E que se dane o resto, pois, afinal de contas, eles se bastam.

Esclareço que o título do texto abaixo, na verdade, não me soa verdadeiro (interessa mais o conteúdo da matéria). Ao contrário, os EUA, sistematicamente, apóiam Israel, de maneira quase incondicional. Portanto, tenho sérias dúvidas se o governo Obama de fato se consternou diante da sanha dos judeus.

Não se pode perder de vista que os palestinos, aliás como dito há alguns anos por Yasser Arafat, não pedem “a Lua“.

EUA ‘consternados’ com aprovação de expansão de assentamentos

Assentamento judeu de Gilo, na região de Jerusalém

O porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, afirmou nesta terça-feira que o governo dos Estados Unidos está ‘consternado’ com a aprovação, pelas autoridades israelenses, da construção de 900 novos condomínios em um assentamento em Jerusalém Oriental.

Segundo Gibbs, a decisão ‘dificulta’ os esforços de paz e a negociação entre israelenses e palestinos.

Nesta terça-feira, ministro do Interior de Israel, Eli Yishai, anunciou a autorização do projeto para as novas construções no bairro de Gilo – localizado na área conquistada em 1967, anexada ao município de Jerusalém e reclamada pelos palestinos.

‘Estamos consternados com a decisão do Comitê de Planejamento de Jerusalém de levar em frente o processo de aprovação da expansão de Gilo em Jerusalém’, disse Gibbs.

EUA

Essa é a segunda vez em apenas dois meses que o governo do Continue lendo ‘Apetite sem fim’




Utilidade Pública

EFEMÉRIDE

Temas

Imagem que conta…

Siga o Cartas de Tiro no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

junho 2017
S T Q Q S S D
« jan    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

RSS Brasiliana

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Posts mais lidos

RSS Notícias

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Leitores por aí

Até o fim!


%d blogueiros gostam disto: