Arquivo de março \23\UTC 2010

23
mar
10

Insolência

Israel, como sempre, com suas atitudes de desprezo. A tudo e a todos.

Jerusalém é dos judeus e de mais ninguém, afirma Benjamin Netanyahu, primeiro ministro israelense. Exatamente por isso é que, desrespeitando resoluções internacionais – um hábito -, não para de expandir seus assentamentos ilegais, notadamente naquela cidade.

Como não poderia deixar de ser, os israelenses contam com o apoio dos EUA – escancarado por Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos. Até mesmo a administração Obama, que vira e mexe faz cara feia para essa aventura irresponsável dos judeus, só faz cara feia mesmo, porque nada de efetivo é adotado para, de fato, impedir o desvario.

Pelosi, a propósito, assume a caricatura do cinismo: “A longa amizade entre os Estados Unidos e Israel se baseia em valores comuns: democracia, pluralismo e liberdade“. Desculpem, mas seria cômico se não fosse trágico. Declaração que possui as indeléveis digitais da mentira.

Democracia? Pluralismo? Liberdade? Quem pratica terrorismo de Estado pode se considerar baluarte desses valores tão caros para a humanidade?

Parece que esse povo não aprendeu nada com o sofrimento a que foi submetido há pouco mais de 70 anos.

Não é preciso dizer mais nada. A reportagem do Portal Vermelho fala por si.

Netanyahu desafia palestinos: ‘Jerusalém é nossa capital’

O primeiro ministro israelense, Benyamin Netanyahu, afirmou nesta segunda-feira (22), em Nova York, que a cidade de Jerusalém ‘não é um assentamento, é nossa capital’, completando que seu país pretende construir mais 50 mil casas na cidade ocupada.

Às vésperas da reunião com o presidente dos EUA, Barack Obama, Netanyahu pronunciou o desafiante discurso na reunião anual do Aipac, o lobby judeu sionista nos Estados Unidos. Ali, afirmou que ‘o povo judeu construía Jerusalém há 3 mil anos e o povo judeu constrói Jerusalém hoje. Jerusalém não é um assentamento, é nossa capital’, desafiou.

‘Esforço’ de paz afunda

A expansão dos assentamentos ilegais israelenses foi motivo de irritação na administração americana, a partir do momento que Israel anunciou a construção de 1,6 mil casas em um assentamento ilegal na cidade, o que destruiu possibilidades de diálogo com os palestinos.

Horas antes da chegada de Netanyahu a Washington, o prefeito de Jerusalém, Nir Barkat, foi autorizado a dizer que serão construídas 50 mil casas na região tomada dos palestinos em 1967.

Recado dado

‘Cerca de 30% dessas casas serão construídas em bairros onde moram árabes, embora eu não apóie essa divisão, que pretende traçar uma linha entre as áreas ocidental e oriental da cidade. Jerusalém é uma cidade unida, uma capital sob soberania israelense’, insistiu Barkat em uma entrevista à rede britânica de televisão Sky News.

‘Podemos até negociar acordos com os palestinos e ser flexíveis em outras questões, mas não com relação a Jerusalém… o conceito de congelamento (da construção de assentamentos judeus em Jerusalém Oriental) é algo que não aceito e que jamais aceitarei’, aferrou-se o prefeito.

Congresso ao lado de Israel

A presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, assegurou nesta terça-feira (23) ao primeiro-ministro Benjamin Netanyahu que o Congresso está ‘ao lado de Israel’, durante a visita do premiê à casa legislativa americana.

‘Nós, do Congresso, estamos ao lado de Israel. Esse é um ponto que está acima das divisões partidárias’, afirmou Pelosi, na presença do chefe da minoria republicana, John Boehner, ao receber Netanyahu no Capitólio.

‘A longa amizade entre os Estados Unidos e Israel se baseia em valores comuns: democracia, pluralismo e liberdade. E em desejos comuns de paz e segurança para nossas crianças’, abstraiu Pelosi.

A recepção dada a Netanyahu no Congresso mostra mais uma vez que Continue lendo ‘Insolência’

08
mar
10

O que penso de todas vocês

Tomando emprestada a idéia de Vinicius, vocês, mulheres, na sua incalculável imperfeição, são a coisa mais bela e mais perfeita de toda a criação inumerável.

A minha admiração por vocês é absoluta.

E hoje é apenas a coroação dos outros 364 dias do ano, que são todos e sempre seus.

Rosa (Pixinguinha/Otavio de Souza)

Tu és, divina e graciosa
Estátua majestosa do amor
Por Deus esculturada
E formada com ardor
Da alma da mais linda flor
De mais ativo olor
Que na vida é preferida pelo beija-flor
Se Deus me fora tão clemente
Aqui nesse ambiente de luz
Formada numa tela deslumbrante e bela
Teu coração junto ao meu lanceado
Pregado e crucificado sobre a rósea cruz
Do arfante peito seu

Tu és a forma ideal
Estátua magistral oh alma perenal
Do meu primeiro amor, sublime amor
Tu és de Deus a soberana flor
Tu és de Deus a criação
Que em todo coração sepultas um amor
O riso, a fé, a dor
Em sândalos olentes cheios de sabor
Em vozes tão dolentes como um sonho em flor
És láctea estrela
És mãe da realeza
És tudo enfim que tem de belo
Em todo resplendor da santa natureza

Perdão, se ouso confessar-te
Eu hei de sempre amar-te
Oh flor meu peito não resiste
Oh meu Deus o quanto é triste
A incerteza de um amor
Que mais me faz penar em esperar
Em conduzir-te um dia
Ao pé do altar
Jurar, aos pés do onipotente
Em preces comoventes de dor
E receber a unção da tua gratidão
Depois de remir meus desejos
Em nuvens de beijos
Hei de envolver-te até meu padecer
De todo fenecer
“.

© Cartas de Tiro




Utilidade Pública

EFEMÉRIDE

Temas

Imagem que conta…

Siga o Cartas de Tiro no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

março 2010
S T Q Q S S D
« fev   abr »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

RSS Brasiliana

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Posts mais lidos

RSS Notícias

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Leitores por aí

Até o fim!


%d blogueiros gostam disto: