01
out
09

“Comigo, não!”

Passados 18 longos anos, no dia 18/9/2009, a Conferência Geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) aprovou uma resolução que critica abertamente o programa nuclear de Israel.

Que Israel possui armas atômicas, inclusive as ditas de “destruição em massa”, não há a menor dúvida.

Claro que o texto da resolução foi apresentado por países árabes.

Além das críticas, o texto pede que Israel se integre no Tratado de Não-Proliferação Nuclear, além de permitir que a AIEA inspecione suas instalações nucleares.

Israel é um dos três únicos países não signatários do tratado, ao lado de Índia e Paquistão, e é consenso que possui o único arsenal nuclear do Oriente Médio, em que pese nunca tenha confirmado ou negado isso.

A aprovação se deu por 49 países-membros da AIEA, sendo certo que 45 votaram contra e 16 se abstiveram (dentre esses últimos, infeliz e inexplicavelmente, o Brasil).

Dos 5 membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU, China e Rússia votaram a favor. Já a França, Reino Unido e EUA votaram contra a aprovação. Ah, sim, todos os países da União Europeia seguiram franceses, ingleses e estadunidenses.

Os representantes de Israel “lamentaram” a resolução e já disseram que não haverá qualquer cooperação para o seu cumprimento.

Palavras textuais de David Danieli, representante israelense na Conferência: “A delegação de Israel deplora esta resolução“, acrescentando que o país “não irá cooperar de forma alguma com esta resolução, que só busca reforçar hostilidades políticas e linhas de divisão no Oriente Médio“.

Hostilidades que são insufladas principalmente por quem? E quem impõe linhas de divisão na região?

Coitados de alguns países se adotarem a mesma postura. Não se pode esquecer que o Iraque, às vésperas da ilegal invasão dos EUA, abriu suas portas à AIEA para inspeções – mas nem isso foi suficiente para aplacar a bestial fúria ianque.

Como já colocado neste blog, os israelenses confirmam, a cada dia, que são “doutorados em desprezo que olham o mundo do alto da insolência que é a base da sua educação“.

É muita arrogância.

As informações são da Reuters.

© Cartas de Tiro

Anúncios

0 Responses to ““Comigo, não!””



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Utilidade Pública

EFEMÉRIDE

Temas

Imagem que conta…

Siga o Cartas de Tiro no Twitter

outubro 2009
S T Q Q S S D
« set   nov »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

RSS Brasiliana

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Posts mais lidos

RSS Notícias

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Leitores por aí

Até o fim!


%d blogueiros gostam disto: