18
set
09

Sobre erros e pedras

Do blog do Juca Kfouri:

A primeira pedra

Por ROBERTO VIEIRA

Está certo!

Nelsinho Piquet errou.

Feio.

Mas atire a primeira pedra quem nunca errou nessa vida.

Principalmente na juventude.

Uns dois ou três vão atirar pedras.

Porque sofrem de amnésia.

A juventude é território perigoso.

Na juventude Chico Buarque foi preso.

Política? 

Que nada!

Puxando carro.

Clinton experimentava uns bagulhos.

Hillary?

Apaixonou-se por Clinton.

Bush tomava milhares de bourbons.

Se bem que nesse caso ele era mais inofensivo.

Brutus esfaqueou o padrasto.

Romeu se matou com Julieta.

Lula era de direita.

Carlos Lacerda de esquerda.

Jesus andou sumido longe de casa.

Porém talvez o exemplo mais bem acabado.

Seja o exemplo de Paolo Rossi.

Artilheiro italiano.

Jovem.

Com o mundo a seus pés.

Corrompendo-se por migalhas.

Rossi que foi perdoado precocemente.

E de cabeça baixa meteu três gols no Brasil em Sarriá.

Transformando a sua vida.

Rossi que era um jovem desmiolado quando cometeu seus pecados.

Puna-se o jovem Piquet.

Porém no limite da justiça.

Porque.

Está certo!

Nelsinho Piquet errou.

Feio.

Mas atire a primeira pedra quem nunca errou nessa vida“.

© Cartas de Tiro

Anúncios

4 Responses to “Sobre erros e pedras”


  1. 1 Alice
    setembro 18, 2009 às 21:55

    Adorei! Muito bom meesmo! =D
    E que atire a primeira pedra quem nunca errou!

    http://www.muitomelhorqueatuaex.wordpress.com

  2. setembro 20, 2009 às 11:50

    Oi,João… Bom dia!

    Sem dúvida,todos já erramos, um dia. Alguns por ignorância, outros por imprudência, ou imaturidade, ou arrogância, enfim N motivos que não vêm ao caso.E por consequencia arcamos com o ônus pela vida afora. Alguns erros passíveis de correção, outros determinantes para mais e mais problemas vida afora.

    Porém, não me parece esse ser o caso do Nelsinho. Ali houve premeditação e barganha. E, pior, cumplicidade do pai. Não acredito que os citados por Roberto Vieira estabeleçam valores morais das pessoas exemplificadas, apenas pela nomenclatura.Fama e sucesso profissional não necessariamente desculpam comportamentos inadequados, sem ética.
    Além do que – Jesus Cristo andou sumido de casa – no mesmo ” saco” em que Clinton? Bush? é , no mínimo, bizarro.

    Essa é minha modesta opinião nesse episódio sujo.Acredito que os Nelsons, pai e filho, ainda vão lamentar profundamente tal atitude.Eu, particularmente, lamento.

    Beijos e bom domingo.

    • setembro 21, 2009 às 19:40

      Gizelda

      Entendo que você está correta quanto à avaliação da “sujeira”.

      Na realidade, ter postado o texto traz exatamente o objetivo de suscitar essa discussão e não porque eu concorde com ele.

      Melhor dizendo: a idéia do texto quanto a não sair por aí condenando erros me parece justa. Afinal, como sempre digo, nenhum de nós é propriamente um poço de qualidades, ao contrário, temos muito mais defeitos. E aqui faço minhas as palavras da Alice, no comentário “1”: “E que atire a primeira pedra quem nunca errou!”.

      Sem adentrar no mérito das comparações feitas pelo autor, me parece que a questão maior é que o conteúdo dá a impressão de que seria aceitável o erro do piloto (piloto?) porque ele é jovem, inexperiente etc. E é aí que mora, por assim dizer, “o perigo”.

      O Nelsinho errou aonde, a meu ver, ele não poderia ter errado. No fim das contas, além da chicana promovida, ele colocou em risco outras pessoas ao provocar o próprio acidente. Egoísta e mesquinho.

      Hoje, como noticiado à exaustão, a FIA baniu Flavio Briatore, advertiu a Renault e inocentou Piquet. É quase impossível uma bizarrice maior.

      Penso, assim como você, que Nelson Ângelo Piquet pagará caro, talvez por toda a vida, a barbaridade que cometeu.

      Eu, se participasse do chamado “circo” da F1, a partir de agora, jamais o empregaria como piloto, porque ele fez o que não pode ser feito, que é tentar alcançar um objetivo por qualquer meio.

      Muito obrigado por seu ótimo comentário.

      Um beijo.

  3. setembro 22, 2009 às 08:19

    Oi, João…

    Concordo com você em tudo, é exatamente isso.

    Só para terminar… “delação premiada”???? Uauuu, ninguém merece!

    Beijo e boa semana!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Utilidade Pública

EFEMÉRIDE

Temas

Imagem que conta…

Siga o Cartas de Tiro no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

setembro 2009
S T Q Q S S D
« ago   out »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

RSS Brasiliana

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Posts mais lidos

RSS Notícias

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Leitores por aí

Até o fim!


%d blogueiros gostam disto: