26
ago
09

Vá ser ridícula assim lá na…

pra quem não sabe minha filhafoi alfabetizada em ingles,vou pensar muito em colocar elapra falar com vcs ,ela não merece ouvir certas m..

fui vcs não merecem falar comigo nem com meu anjo” (frases literais de Xuxa Meneghel, escritas em 25/8/2009 no seu Twitter e usadas para  defender a herdeira Sasha, que escreveu um post com um erro gramatical no mesmo espaço, o que acabou por gerar piadas e ironias dos “seguidores”. O “anjo quase saxônico”, de 11 anos, chutou a nossa gramática ao escrever: “oi gente sou eu sasha estou aqui filmando o novo filme a xuxa, e um vai ser m otimo filme, tenho q ir vou fazer uma sena [sic] com a cobra“).

(Obs.: Xuxa retirou do seu Twitter não só a frase de Sasha, mas também a primeira colocada neste post – atualização de 27/8/2009, 9h23)

© Cartas de Tiro

Anúncios

6 Responses to “Vá ser ridícula assim lá na…”


  1. agosto 27, 2009 às 14:12

    Olá JOão, como vai!
    Li seu recado no meu blog e vim agradecer a visita.

    Gostei bastante do que puder ver por aqui.
    Parabéns…super legal o blog!!!!

    Sobre este post não tenho mto o que dizer. Só sei que me diverti com essa história e que não sou fã da Xuxa (foi-se o tempo em que eu era baixinha). hahahahahaha

    Alias, como foi que chegou ao Neurônios Oxigenados?

    Continuando… sobre Paulo Coelho: realmente, não é, nem de longe, um Garia Marquez (um dos meus favoritos).

    Volte sempre.
    Beijosssss

    • agosto 27, 2009 às 14:42

      Tassiana

      obrigado pela opinião a respeito do blog.

      Quanto à Xuxa, bem… só a postura dela nesse episódio já dá a dimensão do que ela pensa a respeito da própria vida e a dos seus.

      Essa moça, que diz acreditar em duendes – afirma inclusive que já os viu – esquece que críticas a pessoas públicas é parte do jogo.

      Mas, pelo visto, ela continua encastelada no seu bunker, vivendo apenas no seu mundo – e, claro, ainda procurando apagar o seu passado, que tem inclusive conotações pornográficas.

      O maior problema não é “o anjo saxônico” ter escrito errado; isso, é óbvio, é muito comum entre nós, ainda mais quando se trata de uma garotinha de 11 anos.

      O grave – e o ridículo – é a postura da mamãe.

      Muito obrigado também pela visita.

  2. agosto 28, 2009 às 12:16

    Tesc, tesc, tesc….Ai meu Deus…

    O triste é ver brasileiros lendo o blog do “anjo”…
    Repito o que sempre digo: o Brasil é um país esquizofrênico.

    Abraços e saudades

    • agosto 28, 2009 às 15:35

      Edu

      eu diria mais: o Brasil tem características paranóides.

      Lamentavelmente, em todos os sentidos.

      Todos.

      Quanto à leitura de blogs ou outros espaços imbecis, é bom que alguém o faça.

      Isso também faz com que sejam estabelecidos canais para que as máscaras caiam.

      E aos coletores de notícias – aonde me permito incluir – só resta procurar trazer e escancarar as várias facetas da nossa sociedade.

      Que carrega os sintomas, muita vez, de alguma doença incurável.

  3. agosto 29, 2009 às 17:56

    Querido João,

    Creio que meu comentário anterior foi um pouco hermético e levou a entedimentos os quais eu não intentava.
    Esclareço-me então:

    A minha lamentação jocosa se referiu àquela turma que frequenta o blog/twitter e participa ativamente do mesmo, com comentários, etc.

    Obviamente não me referi aos coletores de notícia, entre os quais nós estamos inclusos, além de cachorros grandes como Azenha, Nassif e PHA.

    Fazemos os rescaldo do lodo, ao meu ver, e obviamente, pela nossa produção blogueira, estamos à galáxias do universo de Sachas, Xuxas, etc..

    Isso não impede que nossas antenas estejam ligadas para absurdos, aberrações, e momentos grotescos que assolam – ou são produzidos – pelo próprio povo brasileiro.
    Comentá-los torna-se inevitável.
    Como você didaticamente o fez.
    E que eu, em um exagero metafórico, o fiz também.

    Assim, esclareço a que público dirijia o apelido “esquizofrênico”.

    A tarde cai no sertão, e os homens, após o trago de pinga, batem o fundo do copo na mesa do bar. E se entendem.

    Abraços

  4. agosto 29, 2009 às 18:16

    Querido Edu, usando suas palavras:

    A tarde cai no sertão, e os homens, após o trago de pinga, batem o fundo do copo na mesa do bar. E se entendem“.

    O que interessa mais é “As time goes by”.

    Saudades enormes.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Utilidade Pública

EFEMÉRIDE

Temas

Imagem que conta…

Siga o Cartas de Tiro no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

agosto 2009
S T Q Q S S D
« jul   set »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

RSS Brasiliana

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Posts mais lidos

RSS Notícias

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Leitores por aí

Até o fim!


%d blogueiros gostam disto: