13
jan
09

Será?

Acabo de ler notícia no UOL (AFP), informando que o próximo presidente norte-americano, Barack Obama, planeja ordenar o fechamento da prisão de Guantánamo em seu primeiro dia de governo.

É dito que o fechamento, entretanto, levará alguns meses, pois há questões burocráticas e logísiticas a se resolver. O que é algo razoável, sem dúvida.

Penso que tal medida, se efetivamente se der, já apontará para um diferencial positivo indiscutível do próximo governo estadunidense (que, infelizmente, não perde seu viés belicoso, em especial porque, tudo indica, mandará um enorme contingente de soldados para o Afeganistão).

O que seria inesquecível é o momento “captado” por Raúl Castro, imaginando um histórico encontro entre ele e Obama, em Cuba, conforme retratado em entrevista concedida a Sean Penn: “Nós devemos nos encontrar e começar a resolver nossos problemas e, no fim do encontro, poderíamos dar um presente ao presidente…poderíamos levá-lo para casa com a bandeira dos EUA que tremula na baía de Guantánamo“. Sem dúvida, tal seria um dos maiores acontecimentos internacionais da primeira década deste século.

Mas, como gato escaldado tem medo de água fria, é ver para crer.

Anúncios

5 Responses to “Será?”


  1. janeiro 14, 2009 às 01:44

    Querido João,

    sinceramente tenho pesadas dúvidas que a base de Guantánamo seja desativada…

    Nosso primo Obama teria que possuir muitos culhões para isso.
    Se tiver, melhor.

    Mas temo que ele acabe como um dos Kennedy, o John ou o Bob. Ambos asassinados por lobbies do próprio EUA.

    Torço para que o melhor aconteça.

    Mas…

    • janeiro 14, 2009 às 06:01

      Caro

      tendo a concordar com você.

      A própria formação do gabinete de governo, a qual, segundo analistas, mostrou-se bastante conservadora, já aponta para a direção do seu comentário. Aguardemos.

      Quanto aos meninos de Massachusetts, os norte-americanos adoram assassinar os seus chefes de Estado. Lembremo-nos que eles mataram 4: Abraham Lincoln (16º), James Garfield (20º), William McKinley (25º) e John Kennedy (35º). E tentaram matar mais outros 6: Andrew Jackson (17º), Theodore Roosevelt (26º), Franklin Roosevelt (32º), Harry Truman (33º), Gerald Ford (38º) e Ronald Reagan (40º).

      Enfim, loucos.

      Beijão.

  2. 3 Ziri
    janeiro 14, 2009 às 18:39

    Caro joão

    Penso ser um pouco cedo para para fazer previsões, mas para Obama lidar com “Roma moderna” não é nada fácil.Quando começar as negociatas internas pra se conseguir fazer algo é que o bixo vai pegar.

    Abraços

    • janeiro 14, 2009 às 22:12

      Querido Ziri

      Você tem toda razão! Obama terá que lidar com interesses certamente inimagináveis.

      Talvez seja por isso que estejamos todos um pouco céticos demais.

      Fiquei muito feliz com sua presença por aqui. Volte, volte e volte!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Utilidade Pública

EFEMÉRIDE

Temas

Imagem que conta…

Siga o Cartas de Tiro no Twitter

janeiro 2009
S T Q Q S S D
« dez   fev »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

RSS Brasiliana

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Posts mais lidos

RSS Notícias

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Leitores por aí

Até o fim!


%d blogueiros gostam disto: